sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Solução.

E lá vem ela toda no samba, com batom vermelho, salto 20, passos firmes e louca pra destruir minha saúde, sabe quando você se deparar com um ser que ao colocar os olhos você sabe que é encrenca? Sabe quando mesmo assim você deseja ter essa encrenca e quem sabe transforma-lá em solução para sua vida? Pois é, foi assim que me senti, agora. Ela anda pra lá e pra cá, tento chegar perto mas suas atitudes de mulher-madura-e-muito-segura já atraiu olhares. Me mordo, esperando a minha chance.

Enfim cheguei, primeiro fiquei só olhando, ela parou, me olhou e virou as costas. Como pode uma mulher saber tanto de como deixar um homem de quatro por ela? Deve ter lido um manual ou algo parecido.

Dei mais uma rodada no ambiente, aproximei e pedi uma dança. Segurou a minha mão e sorriu graciosa.

-Não sei dançar mas sei enrolar que é uma beleza.

-Não tem problema, você de longe estava me dando aulas, não custa nada eu retribuir da mesma forma.

-Eu? Ensinando o que?

-A como mudar um cara em 20 minutos.

Olhou pro chão, seu cabelo caiu no rosto. Sim, diante de mim estava agora uma menina, que além das aparência era sensível, talvez romântica e agora sem graça. A mulher-encrenca virou a menina-perfeita. Seus olhos brilhavam, parecia que a muito tempo alguem não dizia algo bonito pra ela.

-Como consegui te mudar sem perceber?

-Não sei garota, só sei que minutos antes de entrar aqui eu estava perdido, sem rumo, mas quando te vi, seu jeito me mostrou que a solução dos meus problema estava a pouco metros, bem aqui.

-Você diz isso a todas?

-Não, acredite em alguem que não é muito normal, ou você já conheceu algum cara que se declara antes mesmo de perguntar o nome? E em uma balada?

Séria me olhou nos olhos, verificando se havia algum indicio de mentira, seu olhar indagava se realmente era verdade. Segurei no seu queixo e a beijei. A firmeza derretida nos meus braço, quem muito se mostrava impenetravel, foi invadida por alguem que mal conhecia. O amor começou de uma dúvida se realmente iria valer a pena tentar e terminou em uma certeza de que tudo vale a pena se contribuir para nossa felicidade.

Um comentário:

  1. Querida(o) amiga(o). Estou fazendo uma Campanha de doações pra ajudar os jovens rapazes que estão internados no Centro de Recuperação de Dependentes Químicos onde meu filho está interno também.Lá tem jovens que chegam só com a roupa do corpo,abandonados pela família. Eles precisam de tudo:roupas masculinas,calçados,sabonetes,toalhas,pasta de dentes,escovas de dentes,de um freezer, Roupas de cama,alimentos. O centro de recuperação sobrevive de doações,são mais de 300 homens internos.Eles merecem uma chance. Quem puder me ajudar pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agência 1257-2 Conta 32882-0

    ResponderExcluir

Gostou? Comente, dê sua opnião!